Black Friday: dicas para a operação logística do e-commerce

Black Friday: dicas para a operação logística do e-commerce

De olho na Black Friday 2020, o varejo começa a preparar sua operação para aumentar o faturamento em novembro. 

A data se torna mais popular a cada ano, mas as expectativas são altas para ser a maior do país, principalmente, para as compras online. 

Segundo o Ecommerce Brasil, somente em 2019, o varejo online vendeu R$ 3,2 bilhões em dois dias de evento e, este ano, apenas no mês de abril, o e-commerce faturou R$ 9,4 bilhões

Uma das principais causa dessa mudança foi a pandemia, que transformou o perfil de compra dos consumidores, apostando mais no meio digital. Nem por isso, ele ficou menos exigente com o atendimento das empresas. 

O aumento de vendas reflete no crescimento das entregas, mas como preparar a sua operação logística para este momento? Confira algumas dicas que separamos para você! 

Comportamento do consumidor no ambiente digital

O boom da pandemia elevou os números do e-commerce, mas também definiu um novo patamar de crescimento para a economia digital. 

Prova disso, foi o relatório divulgado pela Conversion, somente no mês de setembro as lojas virtuais registraram a marca de 1,21 bilhão de acessos, um aumento de 4,3% em relação ao mesmo período do ano anterior. 

Segundo o estudo, cinco categorias foram as que receberam mais acessos e mantém a preferência no consumo digital desde fevereiro deste ano, como mostra o gráfico abaixo:

black friday no ecommerce 2020

Fonte: Conversion

De acordo com análises apresentadas no relatório, o tráfego da Black Friday deve ser entre 1,48 e 1,79 bilhão de acessos, isso equivale um crescimento de até 30%.

Estes números reforça o quanto a pandemia impulsionou novos hábitos de consumo, definido para alguns, como um cenário do “novo normal”.

Intenção de compras na Black Friday 

O Google apresentou uma pesquisa realizada pela Provokers que aponta que 40% das pessoas pretendem comprar exclusivamente no digital, um aumento de 7% em relação ao ano passado.

Independente do canal de compra, 82% dos brasileiros vão pesquisar online antes de comprar. Dentre os critérios de escolhas para definir a compra, o preço ainda é o primeiro fator, mas perdeu um pouco de relevância. 

O consumidor mostra que o preço baixo é básico, mas que outros fatores financeiros ganharam importância, como parcelamento e valor do frete. 

O site Ecommerce Brasil divulgou as categorias com maior intenção de compras:

  • Celulares (38%)
  • Eletrodomésticos (30%)
  • Informática (28%)
  • Roupas Femininas (28%)
  • TV (26%)
  • Roupas (24%)
  • Eletroportáteis (24%)
  • Perfumes (24%)
  • Tênis (22%)
  • Móveis (22%)

Algumas categorias que alavancaram durante a pandemia continua em alta para a data como: móveis, brinquedos, games e imóveis. 

Em contrapartida, alguns serviços tradicionais da Black Friday perderam relevância como as passagens aéreas, serviços financeiros e planos de celular. 

Dicas para organizar a operação logística na Black Friday 

Com um alto volume de vendas online, as empresas devem se preparar para um grande desafio, conseguir entregar todos os produtos no prazo definido. 

Um indicador é que entre abril e junho de 2020, foram registradas 126 mil reclamações relativas a compras digitais, um aumento de 53,5% em comparação ao ano passado, segundo a consultoria Business Integration Partners Brasil. 

Para evitar transtornos e altos índices de insatisfação com os seus clientes, alguns medidas podem ser tomadas. Com planejamento é possível melhorar a logística da sua operação. 

Organize o seu estoque 

O aumento de vendas neste período é expressivo, por isso o seu e-commerce deve preparar o estoque. Considere quais são os produtos mais vendidos e reforce o estoque, tenha cautela para adquirir as mercadorias. 

Desta forma, é possível atender a demanda sem prejuízos ao orçamento e não ficar com produtos empilhados sem saída na prateleira. 

Ofereça descontos atrativos

Planejamento é a palavra-chave neste quesito! 

A Black Friday é conhecida por oferecer descontos agressivos, mas é preciso entender que esses descontos devem ser justos e atrativos para ambas as partes. 

Afinal, o varejista não pode simplesmente bancar os descontos e tirar dinheiro do próprio bolso. O desconto pode ser aplicado em produtos comprados com algum tipo de bonificação ou ser usado como estratégia para vender o que está parado no estoque, gerando custo de armazenamento e que, por isso, não vale a pena segurar. 

Outra fato importante, para oferecer o desconto o lojista precisa estar preparado quanto ao estoque, transporte, logística e todos os aspectos que envolvem a venda e pós-venda. 

Como vimos também, outros fatores como o parcelamento e valor do frete impacta na decisão de compra. Assim, a empresa deve analisar toda cadeia de compra para viabilizar os seus descontos. 

Faça um excelente atendimento

A sua equipe deve estar preparada para prestar um atendimento de qualidade, o fluxo de ligações e mensagens são bem maiores nessa época. Haverão dúvidas ou reclamações, e todas deverão ser tratadas e respondidas.

Lembrando que o internauta preza por agilidade, cada minuto na internet é precioso e decisivo para determinar a compra. E não se esqueça, a venda não finaliza no momento da confirmação da compra, faça um pós-venda de qualidade para fidelizar o cliente. 

Invista na gestão das entregas

Acredito que sua empresa não queira fazer parte das estatísticas de reclamações por atrasos na entrega, certo?

Frente a esse ponto, o primeiro passo é estimar datas possíveis de serem cumpridas. Não há nada pior que gerar expectativa com cliente, sabendo que o prazo de entrega é praticamente inviável na sua operação.

O segundo é investir em sistemas que vão auxiliar na organização das suas entregas. Essa logística pode ter um alto custo, pois rotas mal planejadas, gastos com combustível e a falta de aproveitamento dos veículos, são algumas variáveis que impactam o orçamento. 

Um software roteirizador vai ajudar a otimizar o tempo das entregas e aumentar a capacidade da frota, possibilitando o cumprimento do prazo acordado. 

Isso, porque, ao planejar as rotas, o sistema leva em consideração o melhor trajeto e outros aspectos como: a quantidade e capacidade de veículos, número de pedidos, características da carga e horário de atendimento dos clientes.

Outro ponto importante, um software vai possibilitar acompanhar o status da entrega em tempo real, informando com precisão a localização dos seus motoristas e proporcionando um maior controle das entregas.

Além disso, permite uma comunicação mais personalizada com o cliente, enviando notificações sobre o processo de entrega do produto, melhorando a experiência dele com a marca. 

Essas estratégias contribuem para criar um diferencial competitivo para a empresa, que vão além do tradicional desconto na Black Friday, oferecendo uma experiência de compra inesquecível e quem até sabe, um cliente recorrente. 

Qual plataforma utilizar na gestão de entregas?

Na hora de escolher um software de roteirização, o primeiro passo é pensar nas necessidades da sua empresa e quais são os principais problemas a serem resolvidos da sua operação.

Existem algumas características importantes que devem ser avaliadas em uma plataforma de roteirização:

  • Gerar rotas para vários veículos simultaneamente, com origens e destinos distintos;
  • Prioridades: alguns serviços podem ter mais prioridade na roteirização do que outros;
  • Definir horários de atendimento de clientes ou fornecedores, individualmente;
  • Previsão de tempo com horários de chegada, partida e deslocamentos;
  • Previsão de custos envolvidos na execução das rotas.

Essas são apenas algumas funcionalidades básicas que um bom software deve oferecer.

Vuupt: plataforma de roteirização e gestão de entregas

A Vuupt pode ajudar a sua empresa a transformar a operação logística! 

Somo uma plataforma que realiza a gestão de entregas, coletas e prestação de serviços focada na roteirização e rastreio da última-milha. 

Com o nosso software é possível planejar rotas, executar e analisar todo o processo de entregas, coletas ou prestação de serviços em tempo real. E o melhor, com alto nível de tecnologia, praticidade e baixo custo.

Quer conhecer melhor a nossa solução e criar um diferencial competitivo para o seu negócio? Clique aqui e fale agora com um dos nossos especialistas.



Comece agora mesmo a gerenciar melhor suas entregas, coletas ou serviços em campo.